arte e política – conversa com Paulo Nazareth

Publicado em: 30 de abr de 2021


Nossa quinta conversa, com o artista Paulo Nazareth, acontecerá na 5a feira 29/04, das 15h00 às 17h00, no link: http://meet.google.com/qmn-ayvo-jnk

Durante este mês de abril, convidamos 5 artistas/curadorxs/pesquisadorxs para compartilharem conosco insurgências na arte/vida, no Ciclo de conversas “Arte e politica: diálogos, insurgências e aproximações”.

Convidamos todxs, ao longo dos encontros refletir conosco sobre a relação entre arte e política, a partir de ações, projetos e ideias de insurgências (modos de engajamento político, social, cultural, estético e/ou ambiental).

O ciclo de conversa é organizado pelo Intervalo Fórum de Arte, em colaboração com Programa de Pós Graduação da Universidade Federal da Bahia e o Goethe- Institut Salvador-Bahia.

Paulo Nazareth
O trabalho de performance e instalação de Paulo Nazareth ( Borun Nak, Vale do Watu / MG ; velho como o mundo) explora com frequência suas raízes africanas e indígenas. Seu projeto em andamento Cadernos de África é apresentado como parte da programação Journal: uma caminhada de tempo indeterminado que começou em 2013 em sua casa no Morro do Palmital em Santa Luzia / MG [nos arredores do territorio do Povo de Lagoa Santa], cruzando todo Brasil, e posteriormente por todo o continente africano a partir da Cidade do Cabo em direção ao norte. Sua caminhada-performance representa um questionamento lento e em tempo real de sua própria experiência e dos indivíduos que ele encontra em seu caminho,traçando uma sutil matriz de conexões que vincula não apenas pessoas, mas comunidades e histórias compartilhadas. Suas instalações consistem em arranjos de itens colecionados e trabalhos em vídeo que documentam sua jornada. O artista lida com vários assuntos que normalmente estão ligados à raça, ideologia e distribuição desigual do desenvolvimento. Sua prática é ao mesmo tempo interdisciplinar e participativa. Nazareth busca personificar a ideia do artista como conector, decodificador e filósofo.






Especialização em Arte Educação: cultura brasileira e linguagens artísticas contemporâneas

Publicado em: 22 de abr de 2021


A Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia – EBA/UFBA lança a 5ª edição da Especialização em Arte Educação: Cultura Brasileira e Linguagens Artísticas Contemporâneas; a primeira e única de Salvador. São 75 vagas para licenciados e graduados. As inscrições seguem até o dia 07 de maio, no blog http://arteeducacaoebaufba.blogspot.com.

Uma das mais tradicionais escolas de artes do país, a EBA promove uma especialização com foco em arte africana, arte indígena, Gestão em artes e políticas públicas, com experiência de campo. São 12 módulos disciplinares, abordando também arte educação e tecnologia, manifestações culturais brasileiras, pedagogia da performance, laboratório de expressão do corpo, ritmo e musicalidade, e inclusão social, identidade e diversidade cultural.

O Curso será 100% on-line, via plataformas virtuais especializadas em educação. A pós-graduação ainda inclui uma vivência de cinco dias na cidade de Igatu, Chapada Diamantina, para oficinas, promovidas pelos próprios alunos, nas escolas públicas e apresentações culturais na comunidade (esta atividade depende do retorno às aulas presenciais da UFBA. O público alvo, majoritariamente, são professores, pedagogos, educadores, artistas e profissionais que atuam com educação básica, possibilitando uma formação continuada, voltada às práticas e teorias de arte educação escolar.

O início do curso será em 31 de maio, em formato modular no horário das 18:00 às 22:00h, correspondente a uma semana de aulas por mês, sob a coordenação do Professor Ricardo Biriba, o Corpo Docente altamente qualificado, está composto por professores da Escola de Belas Artes, Faculdade de Educação, Escola de Dança, Escola de Música e do IFBA. E, para as atividades complementares, o curso promove palestras, rodas de conversas e mesas de debates com a participação de ativistas, educadores, artistas, entre outros profissionais da área.

O Curso já formou mais de 160 pós-graduados com uma produção científica significativa nas diversas sub-áreas que compõe a arte educação. “Além do diploma de pós-graduação em uma das mais importantes Escolas de Artes do país, o diferencial metodológico do processo formativo, é a vivência de campo e a possibilidade de aprofundar conhecimentos sobre as diferenças culturais contemporâneas, os seus processos transformadores e sócio-educativos no ensino da arte e a capacitação para o desenvolvimento de projetos artísticos culturais e pesquisas em arte educação”, salientou o coordenador do curso, Ricardo Biriba.

SERVIÇO
Especialização em Arte Educação: Cultura Brasileira e Linguagens Artísticas Contemporâneas
Inscrições: http://arteeducacaoebaufba.blogspot.com
Período: Até 07 de maio
Processo Seletivo: 12, 13 e 14 de maio entrevista via GOOGLE MEET UFBA
Início das aulas: 31 de maio
Mais informações: (71) 98897 4610

 






Arte e política, com Diane Lima

Publicado em: 20 de abr de 2021


Nossa quarta conversa, com a curadora, crítica e pesquisadora Diane Lima, acontecerá na 5a feira 22/04, das 15h00 às 17h00, no link: http://meet.google.com/qmn-ayvo-jnk

Durante este mês de abril, convidamos 5 artistas/curadorxs/pesquisadorxs para compartilharem conosco insurgências na arte/vida, no Ciclo de conversas “Arte e politica: diálogos, insurgências e aproximações”.

Convidamos todxs, ao longo dos encontros refletir conosco sobre a relação entre arte e política, a partir de ações, projetos e ideias de insurgências (modos de engajamento político, social, cultural, estético e/ou ambiental).

O ciclo de conversa é organizado pelo Intervalo Fórum de Arte, em colaboração com Programa de Pós Graduação da Universidade Federal da Bahia e o Goethe- Institut Salvador-Bahia.

Diane Lima é escritora, curadora independente e pesquisadora. Vivendo entre São Paulo e Salvador, atualmente é co-curadora de Frestas – 3ª Trienal de Artes do SESC-SP e das exposições monográficas do artista Paulo Nazareth na Pivô em São Paulo e de Stella do Patrocínio no Museu Bispo do Rosário no Rio de Janeiro.Seus projetos anteriores incluem o programa de educação radical AfroTranscendence em 2015; a curadoria do programa Diálogos Ausentes no Itaú Cultural entre 2016 e 2017; o programa de residência PlusAfroT na Villa Waldberta na Alemanha e a curadoria do Valongo Festival Internacional da Imagem em 2018 e 2019. Seus textos, tanto críticos quanto autobiográficos, documentam a história de uma estética radical negra contemporânea a partir de uma prática curatorial em perspectiva decolonial e feminista negra nas Américas. Organizou o livro “Textos para ler em voz alta” (Brook Éditions – no prelo) e integrou a curadoria de 20 em 2020 – Os artistas da próxima década – América Latina (Act.).






Comunicado 04/2021

Publicado em: 08 de abr de 2021


A Comunidade da EBA, em respeito ao momento grave da pandemia, decide prorrogar a gestão da diretoria atual, através de Portaria do Reitor Prof. João Carlos Salles, até que haja condições necessárias para a realização de uma consulta presencial para a eleger os gestores que atuarão na EBA-UFBA período de 2021 a 2025.

Comunicado n. 04/2021 – EBAUFBA

Portaria 12mar2021 DOU






Está aberta a temporada de realizações de altas expectativasss

Publicado em: 06 de abr de 2021


A gente trabalhou muito por esse momento, e com grande orgulho, viemos anunciar a programação completa da 2° Bienal – Processos e Trajetos.

O trabalho pesado de construção do novo posicionamento da Alinhavo no ano passado, merecia essa programação caprichosa para ser apresentado. Ser a Empresa Júnior da Escola de Belas artes, é ser muito plural, por isso, fizemos questão de honrar com o título, trazendo um evento online multidisciplinar e multiplataforma. Vai ter podcast, mesa ao vivo e muito conteúdo aqui pra gente conversar sobre tudo que fala um pouco do que é ter raízes na EBA.

Estamos contando com muitos convidados bacanas e cheios de experiência ricas pra trocar nos bate papos que vem vindo nos próximos dias, e além disso, para contar sobre nossas histórias, não poderíamos deixar de fora a galera linda que fez parte da nossa equipe lá atrás: As gestões antigas! Estarão conosco aqui nesse evento, diversos ex membros. Eles que vão mediar as boas conversas que vão rolar.

Esperamos que vocês se divirtam assim como nós!
Estamos te esperando ❤

Alinhavo






Conversa com artistas – Exposição “A exceção e a regra: emergências urbanas”

Publicado em: 24 de mar de 2021


Convidamos para a 2° Conversa com artistas da exposição A exceção e a regra: emergências urbanas. 
Nesta série de Diálogos nos encontraremos com artistas participantes e interlocutores convidados para conversar em torno de uma questão. O primeiro desses encontros, será mediado por Ines Linke.
Conversaremos com as/os artistas Coletivo de Ações Poéticas Urbanas, Visualesco, Marcelo Terça-Nada e Beatriz Rodrigues e com a interlocutora Junia Mortimer em torno da questão QUAIS AS POTÊNCIAS DAS MEMÓRIAS/TENSÕES URBANAS?
A exposição “A exceção e a regra: emergências urbanas” busca reunir um conjunto de ações e intervenções urbanas, fotografias, registros de ações performativas que tomam as ruas e ocupam os espaços da cidade, ligados a temáticas, problemas e necessidades de contextos específicos, práticas transdisciplinares e colaborativas realizados em espaços públicos. No texto “A exceção e a regra”, 1929-1930, Bertolt Brecht tensiona a dimensão ficcional e narrativa da realidade, apontando para a inversão da lógica do uso da regra e da exceção. Tomamos de empréstimo esse raciocínio para pensar a condição do urbano no atual contexto da pandemia, ao inverter a lógica de usos do espaços, abolir a esfera pública, e acentuar as desigualdades, reduzindo a experiência espacial às atividade do espaço doméstico/privado/virtual. A exposição pretende a criação de uma constelação de distintas ações urbanas para refletir sobre as atuais urgências e emergências do espaço urbano por meio da arte, repensando os mecanismos que tornam a cidade exceção e as formas de existência e resistência diante dessas transformações. A exposição pode ser vista através do site: http://urbanidades.hotglue.me/. Este projeto faz parte das atividades do grupo de estudos Urbanidades (PPGAV/UFBA).
A conversa será realizada online no dia  25 de março (quinta-feira), às 19 horas. Faça a sua inscrição abaixo para receber o link e participar do encontro.
Faça a sua inscrição abaixo para receber o link e participar do encontro:

Att,

Grupo de pesquisa Urbanidades (PPGAV/UFBA)





Monitoria Voluntária (Edital 01.2021 – Departamento II)

Publicado em: 16 de mar de 2021


O Departamento de Expressão Gráfica e Tridimensional da Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia UFBA divulga Edital para Seleção de Monitoria Voluntária para as disciplinas EBA133 e EBA 134 – Expressão Tridimensional I e II – 02 vagas – Prof. Wagner Lacerda e EBAA61 – Processos Experimentais em Fotografia – 01 vaga – Prof. Eriel Araújo.

Inscrições: 16 a 29/03/2021

Edital Interno n. 01-2021-Departamento II
Formulário de Inscrição






Edital Interno n.02/2021






Edital n.02/2021






© 2016 Todos os direiros reservados - Desenvolvido por uma cria da casa