É Doutor em Artes Visuais e Professor de História da Arte da Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia – UFBA.

Atuou na docência de magistério superior por sete anos e meio no Centro de Artes, Humanidades e Letras – CAHL, da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – UFRB, em Cachoeira, Bahia, até junho de 2018, quando foi redistribuído para a UFBA. Na UFRB ministrava as disciplinas “História da Arte I”, “História da Arte II”, “História da Arte Moderna e Contemporânea”, “História da Arte no Brasil” e “Teoria, Curadoria e Crítica de Arte” para os cursos de graduação em Artes Visuais, Cinema e Audiovisual e Museologia.

Concluiu doutoramento em dezembro de 2017, na linha de pesquisa História e Teoria da Arte, com a tese Apropriação de Imagens nas Artes Visuais no Brasil e na Bahia. É Mestre em Artes Visuais dentro da linha de pesquisa História da Arte Brasileira (2008), possui especialização em Crítica de Arte (1984) e graduação em Artes Plásticas (1982), os quatro títulos fornecidos pela UFBA.

Desde 2010 é membro da Associação Nacional dos Pesquisadores em Artes Plásticas – ANPAP, vinculado ao Comitê História, Teoria e Crítica de Arte, já tendo participado de dez encontros anuais (2005, 2007, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018), apresentado comunicações, publicando artigos em seus Anais e como mediador de mesa-redonda em 2018.

Integra o projeto de pesquisa Dicionário Manuel Querino de Arte na Bahia, coordenado pelos Professores da EBA–UFBA Luiz Freire e Maria Herminia e que objetiva divulgar os conhecimentos produzidos sobre artistas, obras de arte e patrimônio artístico/cultural da Bahia por meio de um dicionário eletrônico com acesso gratuito disponível na Internet.

 

Entre julho de 2007 a janeiro de 2008 realizou pesquisa para o Museu de Arte Moderna da Bahia, enfocando seu acervo e contextualização histórica para uma mostra da coleção daquele Museu e gerou a publicação do capítulo de livro intitulado Um Panorama Heterogêneo (In: O Museu de Arte Moderna da Bahia. São Paulo: Banco Safra, 2008. p. 16-23) e publicação do texto do catálogo O Parque (In: Museu de Arte Moderna da Bahia: Parque das Esculturas. Salvador: Museu de Arte Moderna da Bahia, 2008. p.13-75).

Atuou como Diretor de Artes Visuais da Fundação Cultural do Estado da Bahia de fevereiro de fevereiro de 2008 a julho de 2010. Dirigiu o Departamento Cultural da Associação Cultural Brasil-Estados Unidos, em Salvador, por 15 anos (1989 a 2004). De 2005 a fevereiro de 2014 foi Diretor Conselheiro do Instituto Sacatar, um programa internacional de residência artística em Itaparica, Bahia.

Tem experiência na área de Artes, abrangendo pesquisa, curadoria de exposições e crítica de arte, atuando principalmente nos temas arte moderna e contemporânea e arte na Bahia.

Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/0802389002506254

E-mail: dilsonmidlej@ufba.br


Leciona em:

© 2016 Todos os direiros reservados - Desenvolvido por uma cria da casa